domingo, setembro 27, 2009

O colorido

Ela olhou para o céu. Não sabia o que havia lá, mas o colorido piscava. Piscava como S.O.S de ET ou sinalizador de dimensão paralela. Quando seus olhos fecharam e abriram rapidamente, um pedaço de cravo com canela e maçã com maracujá despencou de uma nuvem. Ela caminhou até lá bem longe, bem atrás daquela parte ali de cima, passou o dedo no chão e disse:

- Hum, bem crocante.

Depois deu meia volta e foi contar suas pintinhas da barriga.



Link esse texto // 5 Comentários

quinta-feira, setembro 10, 2009

O animal que não queria ter pelos

Todos os dias ele acordava com vontade de raspar as pernas. Pelos de cá, cabelos de lá, moitas capilares perto dos vasos sanguíneos. Ele relutava porque era masculino pentelhos encravados.

Em um dia de intenso calor suburbano, pegou um prestobarbas e alisou um pedaço da perna. Começou pelas batatas e quando viu já estava no chão até os cabelinhos do dedão. Dizem que pelos são feitos para defender o organismo. Uma semana depois, ele estava com carrapato.



Link esse texto // 3 Comentários





Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Março 2010
Abril 2010
Maio 2010
Junho 2010
Julho 2010
Agosto 2010
Setembro 2010
Outubro 2010
Current Posts


Supercaliflagili...
Stuff no one told me
Post Secret
Mesa de Bar
Sentido Absurdo
O Diário Aberto de R.
Pigs in Maputo
Ventos Verdes
Sabedoria de Improviso
Páprica Doce
Escuridão